Conferência Internacional: Prisons in Portugal and Europe: Regimes of detention and Monitoring of Regimes
2019-01-25

Confência internacional "Prisons in Portugal and Europe: Regimes of detention and Monitoring of Regimes" realizada no âmbito do The Portuguese Prison Photo Project". 

Exposição
2019-04-15

A exposição "The Portuguese Prison Photo Project" será inaugurada no próximo dia 10 de maio de 2019, no Museu do Aljube - Resistência e Liberdade, em Lisboa.

Requiem pelo Professor Doutor Alvino Augusto de Sá
2019-06-21

Acaba de nos deixar o nosso amigo, co-fundador e sócio da AICLP o Professor Doutor Alvino Augusto de Sá. O Conselho Diretor da AICLP associa-se à dor de familiares e amigos causada por esta passagem, que é o desaparecimento físico definitivo, a que se chama morte.

 

FINALIZADA_LOGO_AICLP_IMAGEM_1_.jpg

A AICLP – Associação Internacional de Criminologia de Língua Portuguesa, sediada na Escola de Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, em Portugal, foi constituída em novembro de 2014 com o propósito maior de congregar criminólogos, professores, investigadores e todos os que se interessam pelo saber criminológico, primando pela sua expressão e difusão em língua portuguesa.

A AICLP é uma entidade não governamental que se dedica a atividades eminentemente científicas nas áreas da criminologia, do estudo do crime, do delinquente e da vítima, com a finalidade principal de desenvolver, aprofundar e divulgar a investigação interdisciplinar dos sistemas de repressão penal em âmbito internacional, sempre almejando o aprimoramento das instituições e a melhor compreensão dos processos de criminalização como experiência humana e fenómeno social.

A ideia de se criar uma entidade agregadora do universo lusófono em torno do conhecimento criminológico surgiu por ocasião do I Fórum Internacional de Criminologia de Língua Portuguesa, organizado pela Escola de Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade do Porto nos dias 8 e 9 de Maio de 2014, para discutir questões relacionadascom as políticas criminais e de segurança, e que contou com a participação expressiva de profissionais da área vindos de países da Europa, Américas e África. A iniciativa desse grupo foi motivada pela preocupação em divulgar com amplitude o conhecimento criminológico produzido em língua portuguesa, que exprime, em essência, a latinidade hoje espargida no meio científico pelos cinco continentes, em universidades, instituições de ensino e centros de investigação.

 

Em Assembleia Geral realizada em dezembro de 2014 na cidade do Porto, a AICLP elegeu o seu primeiro Conselho Diretor composto por membros de diversos países lusófonos, encarregada de zelar pelo cumprimento dos seguintes objetivos estatutários:

  • desenvolver, incentivar e divulgar pesquisas e estudos teóricos e empíricos sobre o crime, o criminoso e a vítima; - contribuir cientificamente para a elaboração e execução de medidas de prevenção do crime;
  • formular propostas de reforma dos sistemas penais tanto no âmbito jurídico quanto político criminal;
  • promover a aproximação e estabelecer parcerias com outras instituições científicas e académicas para a concretização de seus objectivos;
  • promover colóquios científicos nacionais e internacionais;
  • organizar e divulgar publicações periódicas sobre questões relacionadas com a criminologia e áreas afins, estimulando o intercâmbio de saberes e a articulação entre estudiosos, pesquisadores, professores, estudantes e especialistas.

O português é o sexto idioma mais falado no mundo, e nele se expressam cerca de 200 milhões de pessoas. A AICLP está comprometida com a valorização da cultura latina no âmbito das reflexões científicas e das práticas institucionais que dizem respeito ao controlo do crime e ao funcionamento do sistema de justiça criminal.